Horta Comunitária está entre os finalistas do Caixa Melhores Práticas

Foto: Rádio Auriverde

Foto: Rádio Auriverde

Implantada pelo Instituto Soma em 2014, a horta comunitária do Jardim Ivone é exemplo de gestão local

A horta comunitária do bairro Jardim Ivone, na cidade de Bauru (SP), se classificou como uma das finalistas no programa Caixa Melhores Práticas em Gestão Local, realizado pela Caixa Econômica Federal. A horta foi implantada há cerca de um ano pelo Instituto Soma, dentro do programa de mobilização comunitária desenvolvido em parceria com a Prefeitura Municipal de Bauru.

Considerada modelo dentro do programa de Agricultura Urbana da Secretaria de Agricultura e Abastecimento de Bauru (Sagra), a horta está entre as 35 melhores iniciativas do concurso que na edição 2015/2016 teve mais de 250 projetos inscritos.

O programa de mobilização comunitária desenvolvido pelo Instituto Soma fez parte de diversas iniciativas ligadas ao trabalho técnico-social do programa Minha Casa, Minha Vida realizado pela Secretaria do Bem-Estar Social (Sebes), em parceria com a Sagra.

A gestão da horta é feita pela Sebes por meio da coordenadora do Centro de Referência em Assistência Social (Cras) Nova Bauru, Cláudia Clérigo e o apoio técnico e capacitação são feitos pelo coordenador do programa de Agricultura Urbana da Sagra, Mario Augusto Camargo. Comandada por 20 mulheres que produzem, comercializam e retiram alimentação para as famílias, os produtos da horta são vendidos em sistema comunitário e seu excedente é doado.

A área da horta foi cedida pela prefeitura fica anexa ao Centro Comunitário do bairro e tem cerca de 1200 m². Desde 2009 ocorrem programas de mobilização comunitária no Jardim Ivone e durante o trabalho técnico-social do Minha Casa, Minha Vida, os moradores puderam escolher um curso de formação e optaram pela agricultura. Em seguida, o Instituto Soma deu o apoio técnico necessário para a implantação da horta.

Programa Caixa Melhores Práticas

Criado em 1999, o Programa Caixa Melhores Práticas em Gestão Local ocorre a cada dois anos e tem o objetivo de reconhecer e valorizar as experiências bem-sucedidas para melhoras a qualidade de vida das pessoas. Além disso, procura disseminar experiências sustentáveis voltadas ao desenvolvimento local e à inclusão social.

 

Texto: Instituto Soma

Informações: Jornal da Cidade e Caixa Econômica Federal